Conheça a escola de ensino médio do Sesc com ensino integral


O modelo de ensino é único no Brasil e os estudantes moram em uma vila de quatro prédios (dois para meninos e dois para meninas), com três andares de dormitórios em cada, localizados dentro do complexo da escola.

A Escola Sesc de Ensino Médio (ESEM) é uma escola-residência, localizada no Rio de Janeiro, que reúne alunos de todas as unidades federativas do Brasil. Anualmente, são selecionados no Distrito Federal seis estudantes, três meninos e três meninas, para ingressarem na ESEM. Eles recebem bolsas de estudo integrais oferecidas pelo Departamento Nacional do Sesc para os três anos de curso de Ensino Médio. O benefício cobre todas as despesas relativas a instrução, urgências médicas escolares, plano de saúde, material didático-pedagógico de uso coletivo, alimentação e atividades extraclasse propostas pela escola.

O modelo de ensino é único no Brasil e os estudantes moram em uma vila de quatro prédios (dois para meninos e dois para meninas), com três andares de dormitórios em cada, localizados dentro do complexo da escola. Todo andar conta com sala de estudo e copa de apoio, e em cada um deles reside um professor com sua família. Além disso, os edifícios têm amplas salas de convivência, equipadas com jogos, aparelhos de som, DVD e televisão.


Escola Sesc de Ensino Médio (ESEM) é uma escola-residência, localizada no Rio de Janeiro

De acordo com a coordenadora de Educação do Sesc-DF, Amanda Lopes Sampaio, a ESEM contribui para o crescimento dos jovens. “A Escola Sesc de Ensino Médio proporciona um tipo de educação que não existe no País e que só o Sesc consegue oferecer nesses moldes. É uma proposta pedagógica diferenciada e com carga horária que possibilita um ensino mais completo e diversificado. Percebemos muitos estudantes sendo aprovados em vestibulares de grandes universidades. O processo seletivo para ingresso neste ano deve ocorrer no mês de abril”, revelou.

Segundo a designer de interiores Ana Paula Santos, mãe de dois filhos, o ensino do Sesc é completo. “Meus dois filhos estudaram na EduSesc de Ceilândia e Taguatinga desde os 9 e 10 anos de idade. A experiência foi muito boa, pois o método construtivista do Sesc fez os meus dois filhos terem mais autonomia e responsabilidade, não é nada engessado. Depois, os dois conseguiram ingressar na ESEM. Hoje os vejo como adolescentes maduros”, afirmou.

O filho mais velho de Ana Paula, Robert Santos Viera, de 18 anos, foi aprovado no vestibular da Universidade de Brasília no curso de Engenharia da Computação. Ele lembra que a base escolar foi fundamental. “Estudar na escola do Sesc foi umas das melhores experiências da minha vida. O método e as atividades extracurriculares são muito bons. Acredito que cresci muito”, garantiu. 


O modelo de ensino é único no Brasil e os estudantes moram em uma vila de quatro prédios (dois para meninos e dois para meninas), com três andares de dormitórios em cada