Mesa Brasil recebe menção honrosa durante audiência pública sobre alimentação saudável

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados promoveu audiência pública nesta terça-feira (5) para discutir a alimentação adequada e saudável no Brasil. O pedido para o debate foi feito pela deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF). Durante a audiência, a parlamentar entregou ao 2º Vice-Presidente do Sindivarejista do Distrito Federal e Embaixador do Mesa Brasil Sesc DF, Sebastião Abritta, uma menção honrosa por sua atuação em favor de uma alimentação mais equilibrada para crianças e jovens por meio do programa Mesa Brasil.

Os pontos discutidos no debate tiveram como objetivo tratar do enfrentamento e da prevenção da obesidade infantil e das doenças crônicas não transmissíveis a ela associadas, além das medidas legislativas e regulatórias necessárias nesse sentido. Durante o debate, a deputada Paula Belmonte destacou, por exemplo, propostas relacionadas à revisão das normas de rotulagem nutricional, restrição das publicidades de alimentos dirigidas ao público infantil, proteção do ambiente escolar saudável e tributação das bebidas adoçadas. “Com o consumo crescente e cada vez mais precoce de alimentos não saudáveis, a saúde e o bem-estar das crianças brasileiras estão ameaçados”, alertou Paula Belmonte.

De acordo com o embaixador do Mesa Brasil, Sebastião Abritta, a discussão sobre alimentação saudável é fundamental. Em seu discurso, Abritta contou como conheceu o Mesa Brasil e explicou o funcionamento do programa. “Nós atendemos crianças e jovens que não possuem o que comer. É fundamental essa discussão. Uma criança com fome não consegue fazer nada. Fica sem vontade de brincar e estudar. A fome não espera. Quando eu vi essa necessidade no DF eu resolvi criar um grupo de empresários solidários para atender essa demanda. Foi assim que eu conheci o Mesa Brasil. O presidente da Fecomércio, Francisco Maia, me levou até a sede do programa e apresentou todo o funcionamento do projeto. Pensei: é disso que eu preciso para fazer o trabalho”, contou.

De acordo com o ultimo levantamento de doações recebidas no mês de setembro, o Mesa Brasil no Distrito Federal doou 126 mil quilos de alimentos e conseguiu complementar a refeição de mais de 47 mil pessoas. Mais de 60% dos quilos doados foram alimentos recuperados e que seriam desperdiçados. De acordo com Abritta, com responsabilidade e a solidariedade de todos os parceiros é possível contribuir para a redução do desperdício e da fome. Ele destacou que o sucesso do trabalho se deve ao apoio da Fecomércio-DF, do Sesc-DF e principalmente das empresas doadoras. “Nós trabalhamos onde existe desperdício de alimentos. Onde sobra nos levamos pra onde falta. Atualmente, temos um publico formado por 70% de crianças que muitas vezes só fazem a refeição quando estão nas instituições socioeducativas atendidas pelo Mesa. Agradeço o apoio do presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, e do Diretor Regional do Sesc-DF, Marco Tulio, que nos oferece total apoio para realizar esse trabalho”, disse Abritta.