Sesc-DF inicia parceria com a Secretaria de Turismo para promover a Troca da Bandeira

Foi realizada neste domingo (7) a Troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes, em Brasília. A Casa Militar do Distrito Federal foi a responsável pela solenidade que é uma das maiores atrações do turismo cívico do País. O Serviço Social do Comércio esteve presente, marcando o início de uma parceria com a Secretaria de Turismo do DF nesta iniciativa. O Sesc oferece alguns de seus equipamentos e projetos (biblioteca itinerante, atividades recreativas, tendas) unindo esforços na busca para firmar a Troca da Bandeira como um grande evento turístico da cidade.

A participação do Sesc foi intermediada pelo presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia. De acordo com o Representante do Sesc-DF, Marco Túlio Chaparro, esse apoio beneficia e valoriza a cerimônia. “Essa parceria foi pensada pela Fecomércio e todo Sistema S representado em Brasília para auxiliar na promoção das atividades cívicas. Estamos preparando um movimento que tem por objetivo a valorização da Troca da Bandeira, proporcionando uma maior visibilidade e entretenimento para o público.”, enfatiza Chaparro.

Para a Secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, o turismo cívico é um dos focos da sua gestão. “Estamos criando ações para divulgar a cerimônia, já que a nossa cidade é a única que pode promover esse tipo de turismo. Vamos intensificar o diálogo com as operadoras, para oferecerem ao turista essa programação, assim como realizar uma aproximação de escolas e universidades, para trazerem seus alunos para o evento. Queremos proporcionar ao turista nacional e internacional uma Brasília que nunca foi experimentada”, destaca Vanessa.

Marco Túlio Chaparro, Representante do Sesc-DF e Vanessa Mendonça, Secretária de Turismo do DF

Já o vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, reforçou a importância da solenidade. “Precisamos compartilhar com a população o significado desse evento que é a troca da bandeira e, assim, resgatar o civismo. Com as ações implementadas para divulgar o turismo cívico na cidade, o turista só tem a ganhar”, explicou. O deputado distrital Rodrigo Delmasso reitera o valor da cerimônia. “Esse evento fortalece o turismo cívico, que é um dos pontos fortes da capital do Brasil. Esse sentimento de nacionalismo deve ser valorizado. Vou sensibilizar os parlamentares sobre a importância dessa consciência cívica e sugerir que destinem emendas para ações voltadas a esse tema”, ressaltou Delmasso.

Comandante Geral da PMDF, Sheila Sampaio, Vice-Governador do DF, Paco Britto e Representante do Sesc-DF, Marco Túlio Chaparro

A Troca da Bandeira é feita todo primeiro domingo do mês. Em cada edição, uma das Forças Armadas ou a Casa Militar do Distrito Federal é responsável pelo evento. De acordo com a comandante Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Sheila Sampaio, o evento resgata o patriotismo. “Por conta do cenário que o país vem vivendo, de perda de valores, de desintegração de família, de abandono da importância do país, este evento resgata todo patriotismo. Se nós sempre exigimos dos parlamentares que façam um Brasil melhor, certamente esse Brasil só vai evoluir a medida que nós cidadãos nos comprometermos com a nossa pátria. Levantar e cultuar a nossa bandeira é super importante para qualquer brasileiro”, ressalta a comandante. Na mesma linha de pensamento, o chefe de Missões de Paz e Aviação/Inspetor-Geral das Polícias Militares, general de Brigada Kleber Nunes de Vasconcellos, reforça o valor da solenidade. “É fantástico ver uma participação expressiva da população, sobretudo, de crianças. É nesse momento que determinados valores e tradições são despertadas”, disse Vasconcellos.

Solenidade

A cerimônia foi instituída pela Lei 5.700, de 1° de setembro de 1971, em seu artigo 12, onde estabelece que a substituição da bandeira seja feita em solenidades especiais no primeiro domingo da cada mês. A Bandeira Nacional, presa a um mastro especial formado por 24 hastes metálicas, mede 286 m² e é hasteada na Praça dos Três Poderes.